Diálogos Limiar : Criação literária em prosa e poesia



​"Diálogos Limiar" é um novo espaço criado pela Limiar para debates, troca de ideias e experiências sobre literatura, livros, arte, sociedade, enfim, sobre a vida.

Já tínhamos essa ideia há algum tempo, mas o torvelinho diário acabava por postergar o início do projeto, com o isolamento social e as pessoas necessitando, ainda mais, se comunicar remotamente, foi o momento propício", analisa o editor da Limiar, Norian Segatto, que participa desse primeiro episódio com seu livro A estrela do abismo.

O evento foi gravado na Biblioteca Viriato Correa, em São Paulo, e contou com participação da poeta Sandra Regina de Souza (autora de Texto Sentido e Haicaos, entre outros) e do escritor José Arrabal (autor de O terrível gosmakente, entre outros).


Sandra destacou como, a partir de uma palavra, um pensamento, surge um poema, uma fonte inspiradora que passa a ter forma, sonoridade e alma.Suas poesias brincam com as palavras e os sentidos.

O papel do corpo

Meu corpo é pergaminho...

É folha em branco

a ser preenchida pelo lirismo de teus impronunciáveis fonemas

É papel reciclado

que aguarda tua caneta inescrupulosa

a deixar-lhe as regências de tuas rimas mais raras

Meu corpo é papel pautado

ansioso por teus vocábulos concretos

... teus movimentos ritmados

a colocar-lhe indecifráveis metáforas nas linhas

Meu corpo é papel-carbono

... reproduzindo tuas efêmeras impressões! (poema de Sandra no livro Texto Sentido)

O jornalista, tradutor e escritor, José Arrabal, contou que se iniciou nas letras muito jovem, com oito, nove anos, quando escreveu o conto "A cidade dos Dias" e mostrou para seu pai, que o incentivou a continuar escrevendo. "Me tornei o maior mentiroso da paróquia, inventava lugares que nunca tinha ido, que conhecia apenas das enciclopédias", disse.

Para Arrabal, escrever é um ato de "consertar as lembranças".


Norian Segatto comentou de que forma se deu sua iniciação literária; "o primeiro romance que me marcou foi 'as meninas', de Lígia Fagundes Telles", lembrou. "Me formei em jornalismo e passei a vida toda em contato com a escrita pelo exercício da profissão. Há cerca de dez anos me atrevi a escrever um primeiro romance, marcadamente autobiográfico e, neste segundo, me impus o desafio de fazer algo completamente diferente", contou.

O debate foi transmitido ao vivo pelo facebook, o link da íntegra encontra-se na descrição do vídeo no Youtube.

0 comentário