Um romance que é um retrato de nossos dias







_____________________________

Por: Mouzar Benedito

Acabei de ler “A Queda”, romance de Marcelo Pereira Rodrigues, ambientado em Belo Horizonte, e fiquei com a sensação de que autor conheceu alguns personagens muito semelhantes a uns que cruzaram pelo meu caminho, e dissecou todos eles num emaranhado provocante e atraente.

Sempre digo que sou escritor de causos, meus romances são uma coletânea de causos que, somados, viram um causo grande.

“A Queda” não é isso, cada capítulo me parece um conto. E somados são um romance envolvedor, com 360 páginas. Antes do livro chegar pelo correio, recebi do autor, por e-mail, o capítulo 1, intitulado “Lançamento de Livro” e concluí (como ele próprio sugeriu) que vale como um conto (muito bom, acrescento), mas é a apresentação de personagens que comparecem ao lançamento e serão esmiuçados nos capítulos seguintes. A variedade dos personagens vai da idade a personalidades muito diferentes, a começar pelo escritor Gregório Mendes, que lançava o livro numa noite chuvosa de BH.

Tem a jovem grande leitora, intensa, contestadora culturalmente provocante; a jovem que fica 100% do tempo ligada nas redes sociais, o gay militante, o editor de um jornal de bairro, o jogador compulsivo da loteria, a vegana defensora dos animais, a burguesa fútil, o estudante dedicado, a “sofredora”, o que faz pose de contestador mas vive à custa da mãe pobre, o que gosta de se exibir... Todos eles e mais alguns tendo como catalizador o escritor que fazia o lançamento naquela noite, professor de filosofia num colégio particular, que me pareceu ser alter ego do próprio escritor, que também é filósofo e psicólogo, com grande capacidade de enxergar, entender e interpretar com uma crítica aguçada cada um deles. Crítica aguçada, no caso, não quer dizer menosprezo.

É como se ele psicanalisasse cada um, numa trama de leitura bem agradável, que vai deixando a gente com curiosidade para saber o que vai acontecer com todos, sem exceção, incluindo Gregório Mendes.

Faço meu um trecho da contracapa, que fala do livro como sendo um “impressionante retrato de nossos dias”. Acho que não conseguiria escrever melhor o que ele diz sobre os principais personagens que, “ali presentes para tratar do sentido da vida, passam do debate teórico suscitado pela ocasião do lançamento ao modo real de existir. Entre os temas que cruzam a vida dos personagens uma crítica à religião, uma reflexão sobre o suicídio e questões relativas à transcendência. Todos temas trazidos ao romance com a

leveza possível tocam em questões de enorme profundidade”.

Enfim, resumo: vale a pena ler.

Quem quiser adquirir “A Queda” e outros livros do autor pode fazer isso pelo site dele - www.marcelopereirarodrigues.com.br - ou pelo WhatsApp 31 98569-3602.

_______________________


Mouzar Benedito é escritor, jornalista, geógrafo, autor de dezenas de livros, entre eles Palavra de Caipira, editado pela Limiar.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo